Sonia Braga Online
Site dedicado a atriz brasileira Sonia Braga

drinkcartaz No México do século XIX, um perigoso bandido foge da forca e leva, como refém, a bela filha do carrasco. Ele e seu bando se refugiam em um bar afastado onde reina uma seita de vampiros. Os bandidos são forçados a passar uma noite de terror, lutando por suas vidas.
Título no Brasil:
Título Original:
País de Origem:
Gênero:
Duração:
Ano:
Estúdio / Distrib.:
Direção:
Roteiro:
Produção:
Produção Executiva:
Elenco:
Um Drink no Inferno 3 – A Filha do Carrasco
From Dusk Till Dawn 3 – The Hangman’s Daughter
EUA
Terror
94 minutos
2000
Paris Vídeo
P.J. Pesce
Álvaro Rodríguez; Robert Rodriguez
Michael S. Murphey; Gianni Nunnari
Lawrence Bender; Robert Rodriguez; Quentin Tarantino
Marco Leonardi (Johnny Madrid), Michael Parks (Ambrose Bierce), Temuera Morrison (O Carrasco), Rebecca Gayheart (Mary Newlie), Ara Celi (Esmeralda/Santanico Pandemonium), Lennie Loftin (John Newlie), Sonia Braga (Quixtla), Orlando Jones (Orlando Jones), Danny Trejo (Razor Charlie), Jordana Spiro (Catherine Reece), Kevin Smith (Joaquin) e Terence Bridgett (Chato).

Curiosidade

O filme foi lançado nos EUA em 18 de janeiro de 2000.

Michael Parks interpretou o texas ranger Earl McGraw na primeira produção: UM DRINK NO INFERNO.

O diretor P.J. Pesce foi editor do “clássico” trash THE REFRIGERATOR (1991), lançado por aqui como A GELADEIRA DIABÓLICA.

Dois personagens do primeiro filme aparecem nesta “prequel”: Razor Charlie, o barman do Titty Twister (interpretado por Danny Trejo), e Satânico Pandemonium, a sexy dançarina/vampira do bar (interpretada por Ara Celi aqui e por Salma Hayek no filme original).

Danny Trejo, por sinal, é o único ator a aparecer nos três filmes da trilogia (mesmo que seu personagem na parte 2 seja “outro”, o irmão gêmeo de Razor Charlie).

O escritor Ambrose Bierce (personagem de Parks) realmente existiu e foi declarado oficialmente desaparecido em 1914, após viajar sozinho para o México, tentando juntar-se aos guerrilheiros liderados por Pancho Villa. Entre suas obras famosas, “O Dicionário do Diabo” e “Visões da Noite”, existe uma coletânea de contos de mistério/horror. Ateu convicto, Bierce costumava dizer que “a religião é uma filha da esperança com o medo, explicando para a ignorância a natureza do incognoscível”. Como curiosidade, o escritor também passou pelo Brasil no final do século 19.

O letreiro inicial explica que o escritor Ambrose Bierce, famoso por escrever contos e livros de horror, foi ao México tentar juntar-se aos revolucionários liderados por Pancho Villa – isso é fato histórico, não é invenção. Segundo os livros de história “oficiais”, Bierce desapareceu na fronteira do México, morto por bandidos ou pelos próprios homens de Villa, quem sabe? Mas o roteiro de UM DRINK NO INFERNO 3 tenta dar uma “versão trash” do desaparecimento do escritor, que é no mínimo curiosa e original.

Assim como no original, este filme começa sério, como um verdadeiro western (apesar de algumas brincadeiras sanguinolentas). Tem enforcamento, tiroteios, desavenças entre pistoleiros inimigos, duelos, assaltos à diligência, enfim, tudo aquilo que estamos acostumados a ver nos velhos filmes de bangue-bangue. Nenhuma menção a horror ou vampiros é feita até que se passe uma hora de filme. É no final que o “western” vira terror, quando os personagens inventam de parar no Titty Twister, um bordel na fronteira mexicana – aqui chamado “La Tetilla del Diablo”, mas com o velho aviso “Open from dusk till dawn” (Aberto do crepúsculo até o amanhecer).

A grande novidade é que esta seqüência é, na verdade, uma “prequel”, ou seja, conta uma história anterior aos dois filmes. Para criar um vínculo com o original, a história pretende contar a origem da vampira Satânico Pandemonium, interpretada por Salma Hayek na primeira produção e morta por Seth Gecko, interpretado por George Clooney.
Este é o toque de Robert Rodriguez no filme. O argumento e a idéia de contar a origem da sexy vampira vieram dele e do roteirista Álvaro Rodriguez, seu primo.

 

2006-2015 Sonia Braga Online | Acervo organizado e mantido por João Rocha | Web Designer: João Rocha
Este é um fansite sem fins lucrativos e não é afiliado a Sra. Braga ou sua gestão de forma alguma. A razão deste site é para representar o trabalho de Sonia Braga com atualização sobre sua carreira para os fãs de todo o mundo. A maioria das imagens deste site foram encontradas na internet ou digitalizada por mim ou pelos contribuintes. Se algum dos detentores dos direitos autorais deste material não aprova o seu trabalho que está sendo mostrado nestas páginas, por favor, avise-me e serão removidos do site. Para saber mais sobre a história do Sonia Braga Online, visite sobre o site.